terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Vasco Graça Moura







   Vasco Graça Moura nasceu a 3 de Janeiro de 1942, na freguesia de Foz do Douro, no Porto.
    Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa onde colaborou na publicação académica Quadrante  (1958-1962) publicada pela Associação Académica da Faculdade de Direito de Lisboa.
   Foi advogado entre 1966 e 1983.
   Na década de 80 enveredou definitivamente pela carreira literária, que o havia de confirmar como um nome central da literatura portuguesa da segunda metade do século XX e um dos maiores defensores da língua portuguesa.
   Foi diretor da RTP2  (1978), administrador da Imprensa Nacional - Casa da Moeda  (1979-1989), presidente da Comissão Executiva das Comemorações do Centenário de Fernando Pessoa  (1988) e da Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses  (1988-1995), diretor da revista Oceanos  (1988-1995), diretor da Fundação Casa de Mateus, comissário-geral de Portugal para a Exposição Universal de Sevilha (1988-1992) e diretor do Serviço de Bibliotecas e Apoio à Leitura da Fundação Calouste Gulbenkian  (1996-1999).

Sem comentários:

Enviar um comentário