quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Literatura portuguesa chega à Biblioteca de Xangai.


 
 Uma das maiores bibliotecas do mundo, a Biblioteca de Xangai, na China, recebeu recentemente cerca de 50 publicações portuguesas, entre as quais se destacam "Os Lusíadas", de Luís de Camões, "A Viagem do Elefante", de José Saramago, e "O Esplendor de Portugal", da autoria de António Lobo Antunes.

 A informação foi adiantada à agência Lusa por uma fonte diplomática e a oferta, que inclui livros, CD, DVD e dicionários, é da responsabilidade do Instituto Camões, que a efetuou através do Consulado-geral de Portugal.

 Além do poema épico de Camões e das obras de Saramago e Lobo Antunes, o lote comporta também romances de Eça de Queiroz, traduzidos em inglês, uma antologia de poesia e várias obras de consulta sobre as artes plásticas, a música e a História de Portugal. Em declarações àquela agência noticiosa, Filipa Teles, professora na Universidade de Estudos Internacionais de Xangai, realçou a ausência de Portugal e da língua portuguesa do espaço internacional da biblioteca chinesa: "Pelo que me disseram, a única bibliografia em português existente limitava-se a uma dezena de títulos, oferecidos por pessoas de Macau", explicou a especialista. De salientar que a entrada destes nomes incontornáveis da literatura portuguesa na Biblioteca de Xangai coincide com o rápido crescimento do ensino português no continente chinês. Só nos últimos cinco anos, os cursos de português naquele país quintuplicaram, abrangendo, atualmente, cerca de mil estudantes, em mais de 15 cidades.

A Biblioteca de Xangai foi inaugurada em 1996 numa das mais conhecidas artérias da cidade e disponibiliza ao público cerca de 51 milhões de peças, entre os quais quase dois milhões de livros antigos.

Nova Iorque: ciclo de homenagem a José Saramago


 


 Num ano em que se comemoraram os 90 anos de José Saramago, a 2ª edição da Saramago's Week in NY (Semana José Saramago em Nova Iorque)  contou com a presença da viúva do escritor, Pilar del Río.

Em declarações à Lusa, Ana Miranda, diretora e fundadora do Arte Institute, organização que promoveu este evento, explicou este ciclo como tendo sido  uma semana eclética e multidisciplinar, com ações em diferentes áreas: literatura, dramaturgia, cinema, música e fotografia.

Para iniciar a montra dedicada ao escritor português, foi  exibido o filme José & Pilar, do realizador Miguel Gonçalves Mendes bem como o visionamento de filmes  com uma triagem de curtas-metragens portuguesas e espanholas.

Nos restantes dias, a programação continuou com inúmeras atividades entre as quais, uma conferência com a presença da mulher do autor e Jorge Vaz de Carvalho, professor da Universidade de Lisboa,  uma sessão de leitura de textos de Saramago, com os mesmos intervenientes e atrizes portuguesas convidadas.

Para além disso houve uma exposição fotográfica, intitulada José Saramago in Lanzarote, de João Francisco Vilhena, acompanhada por um concerto de jazz.

A 2ª edição da Semana de José Saramago em Nova Iorque é uma ação promovida pelo Arte Institute, instituição que divulga a arte contemporânea portuguesa a nível mundial, e a Fundação José Saramago.

 

 

 

 

 

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Numa mensagem, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-Moon, ressalta que "os direitos humanos pertencem a cada um de nós sem exceção, mas se não os conhecemos, se não pretendemos que sejam respeitados e não defendemos o nosso direito e os dos outros, permanecerão somente palavras vazias num documento escrito décadas atrás".

Tendo em vista os novos desafios que poderemos vir a enfrentar, sigamos o exemplo dos ativistas de direitos humanos, deixemo-nos guiar pelo caráter forte e sempre atual da Declaração Universal e façamos todo o possível para que sejam acolhidos e reconhecidos os ideais e aspirações em favor de cada cultura e de cada pessoa.

Feliz Natal

A Equipa da Biblioteca Escolar de Vila Nova de Tazem deseja a todos os elementos da Comunidade educativa um Feliz Natal.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Tio Patinhas faz 65 anos!!!!




       Patinhas McPato ou Patinhas Mac Patinhas, conhecido como Tio Patinhas é uma personagem de ficção, criado pelo cartoonista Carl Barks. A sua primeira aparição em quadrinhos deu - se em dezembro de 1947.
      Ao longo das décadas, Patinhas foi promovido de coadjuvante nas histórias do universo de Patópolis a protagonista das suas próprias aventuras, com direito a participação em vários filmes e videogames. A série de animação de 1987 DuckTales acompanha as aventuras de Patinhas, seus sobrinhos Huguinho, Zezinho e Luisinho , pois Donald entra para a marinha no primeiro episodio deste desenho animado.
      O nome original de Patinhas, Scrooge McDuck, baseia-se no avarento Ebenezer Scrooge, personagem principal do Conto de Natal de Charles Dickens. Tal como muitos outros habitantes de Patópolis, Patinhas tornou - se popular no mundo inteiro, principalmente na Europa, e tem sido traduzido para inúmeros línguas.

sábado, 1 de dezembro de 2012

O Principezinho

1 de dezembro de 1640

Hoje é feriado.
Comemora-se em Portugal o dia da Restauração da Independência.
Foi a 1 de Dezembro de 1640, que um grupo clandestino de nacionalistas – “Os Conjurados” – composto por cerca de 40 homens, na sua grande maioria Nobres, comandados por João Pinto Ribeiro, levou a cabo a revolta que pôs fim a sessenta anos de domínio da Coroa Portuguesa pela Coroa Espanhola.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Vitor Hugo Mãe

O romancista Valter Hugo Mãe é  o grande  vencedor da 10ª edição do Prémio Portugal Telecom de Literatura em Língua Portuguesa, que foi anunciado em S. Paulo, nesta segunda-feira à noite.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Concurso Cherub - Porto Editora

Graças ao patrocínio da Porto Editora, dinamizámos na nossa biblioteca o «Concurso Cherub» que consistiu na leitura prévia do volume "República Popular" da Coleção Cherub - Porto Editora, e posterior resposta a um questionário de escolha múltipla. Participaram 7 alunos do 7.ºano.
Ultrapassado o nervosismo inicial e respondidos os questionários, o representante da Porto Editora procedeu à rápida correção das provas que ditou os vencedores:
1ºlugar - Juliana Mota;
2ºlugar - Rui Félix;
3ºlugar - Raquel Vicente;
 
Apreciámos ainda a participação da Sara Ferreira, do Nuno Batista, do João Madeira e da Jacinta Figueiredo. Todos os participantes receberam (oferta da Porto Editora):um Certificado e uma esferográfica Cherub. Os vencedores receberam ainda 1 livro e uma t-shirt da mesma coleçao.
Um bem-haja à Porto Editora que assim promoveu e incentivou à leitura!

 







Concurso Nacional de Leitura

sábado, 10 de novembro de 2012


Castanhas assadas!



Castanhas quentinhas 
 No lume a estalar
 P’lo São Martinho
 Vou comer até me fartar.

A fogueira está acesa
 As castanhas rachadas
 Postas no lume quentinho
 Não tarda já estão assadas.

Algumas estoiram no ar
 E tudo fica contente 
Toca a rir e a brincar
 Chegam para toda a gente.

Cá estão elas tão loirinhas
 Boas, quentes e tostadas
 A cara, a roupa e as mãos
 Vão ficar enfarruscadas.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Momento do conto em outubro


Durante o mês de outubro a equipa da Biblioteca dinamizou o Momento do conto para os alunos do Pré-escolar e 1ºciclo. Ouviram uma história e fizeram desenhos e puzzles sobre elas.





 

                                           
 
 
 
                                                   



           Apareçam sempre!
 


terça-feira, 30 de outubro de 2012

COMO TIRAR APONTAMENTOS NAS AULAS?

 

 

COMO PODES ELABORAR OS TEUS APONTAMENTOS?
Durante as aulas
- Faz notas breves (não consegues escrever tudo o que ouves);
- Tenta perceber a matéria (se tiveres dúvidas, pergunta ao professor);
- Toma notas dos registos no quadro (esquemas, exercícios, etc.);
- Escreve pelas tuas próprias palavras, exceto informações como citações e definições;
- Utiliza abreviaturas (mas só nos apontamentos!).- Se perderes uma ideia, deixa um espaço em branco e depois perguntas ao professor ou a um colega;
- Destaca as ideias que te parecem principais;
- Deixa espaço para tirares notas ou para fazeres anotações mais tarde;
- Regista os TPC.

COMO PODES ESCOLHER AS INFORMAÇÕES QUE VAIS ANOTAR?


Utiliza as seguintes pistas:
- Tom de voz do professor;
- Palavras/frases que chamam a atenção (“Prestem atenção!”, “Isto é importante!”, “Lembrem-se disto.”)
- Repetição de ideias;
- Tempo dedicado ao assunto;
- Registo no quadro;
- Indicação expressa do professor de que a informação não está no livro;
- Assuntos que surgem no sumário.

QUE VANTAGENS PODES TER EM TIRAR APONTAMENTOS?
- Ajuda a manter a atenção e a concentração;
- Nem tudo o que o professor diz está nos livros;
- Ajuda a compreender melhor e a memorizar mais facilmente;

DEPOIS DAS AULAS:
- Precisas de rever as notas no próprio dia, para te lembrares bem da matéria da aula e as poderes melhorar;
-Verifica se colocaste a data e o sumário;
- Relê o teu texto e completa-o com o auxílio do manual, se for necessário;
- Coloca títulos, subtítulos e faz esquemas;
- Utiliza cores diferentes para destacares as ideias principais das secundárias;
- Verifica se os apontamentos estão claros e completos;

AUTOAVALIAÇÃO DOS TEUS APONTAMENTOS (PERGUNTA TI PRÓPRIO):
- Consigo compreender bem os meus apontamentos?
- Estão lá todas as ideias principais?
- A relação entre várias informações compreende-se bem?
- A apresentação possibilita uma leitura fácil?
- Será que, quando eu for fazer revisões, mesmo passado muito tempo, vou conseguir compreender os apontamentos e relembrar-me da matéria de que eles falam?

Bom trabalho!

 

domingo, 21 de outubro de 2012

Como alcançar o sucesso escolar


Como alcançar o sucesso escolar?

                O insucesso escolar resulta, em parte, da atitude do aluno na aula. Devemos ter em atenção os seguintes aspetos essenciais:

Atitude positiva

                Acreditar que o estudo das diversas disciplinas contribui para o desenvolvimento das nossas capacidades em geral. Ter autoconfiança, pois um bom desempenho está ao alcance de qualquer aluno.

Espírito de trabalho

                A falta de atenção devido a sucessivos acontecimentos perturbadores diminui bastante eficácia do nosso trabalho. Evitar brincadeiras, conversas ou a concentração em assuntos diferentes dos que estão a ser estudados.

Espírito crítico

                A compreensão dos assuntos implica uma permanente atitude crítica sobre aquilo que se ouve ou vê. Esta atitude crítica exerce-se relacionando aquilo que está a ser estudado com aquilo que já conhecemos e com as opiniões que temos sobre o assunto. Usamos este espírito crítico para descobrir aquilo que é (ou parece ser) o essencial dos assuntos estudados, as ideias principais, o "sumo da questão".

 

22 de outubro - Dia Internacional das Bibliotecas escolares



http://www.youtube.com/watch?v=VljJIQuPDSE

http://www.youtube.com/watch?v=FmnDXRJ7btE

Dia Mundial da Alimentação


    
  Na Biblioteca de Vila Nova de Tazem, a efeméride foi comemorada com a leitura e dramatizada da história.” A lagartinha comilona " pela turma do 5ºano.O público alvo foram os pequenitos do 1ºano. No final alguns alunos do 5ºano ofereceram uma peça de fruta a todos os presentes.  Para as turmas do 2º,3º e 4ºano, as histórias narradas foram: "A ovelhinha que veio para jantar" e “No País da Cucanha”.










 
 
Para os crescidos, alunos do 8ºano, a Dra. Raquel e o enfermeiro Pedro do Centro de Saúde de Gouveia levaram a cabo uma atividade relacionada com o Dia Mundial da Alimentação. Os discentes presentes foram esclarecidos e alertados para uma alimentação mais saudável.
 
 

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

O Principezinho


Aqui à tua espera!

Um livro intemporal e recomendado dos 8 aos 80

 

"O narrador da obra é um piloto com um avião avariado no deserto do Sahara, que, tenta desesperadamente, reparar os danos causados no seu aparelho. Um belo dia os seus esforços são interrompidos devido à aparição de um pequeno príncipe, que lhe pede que desenhe uma ovelha. Perante um domínio tão misterioso, o piloto não se atreveu a desobedecer e, por muito absurdo que pareça - a mais de mil milhas das próximas regiões habitadas e correndo perigo de vida - pegou num pedaço de papel e numa caneta e fez o que o principezinho tinha pedido. E assim tem início um diálogo que expande a imaginação do narrador para todo o género de infantis e surpreendentes direções. «O Principezinho» conta a sua viagem de planeta em planeta, cada um sendo um pequeno mundo povoado com um único adulto. Esta maravilhosa sequência criativa evoca não apenas os grandes contos de fadas de todos os tempos, como também as extravagantes «Cidades Invisíveis» de Ítalo Calvino. Uma história terna que apresenta uma exposição sentida sobre a tristeza e a solidão, dotada de uma filosofia ansiosa e poética, que revela algumas reflexões sobre o que de facto são os valores da vida."

 

                                         "O essencial é invisível aos olhos; só se vê bem com o coração."

                                                                           Antoine de Saint-Exupéry

segunda-feira, 15 de outubro de 2012


Dia Mundial da Alimentação


Prémio Nobel da Física 2012


O Prémio Nobel da Física 2012 foi atribuído a Serge Haroche e David J. Wineland pelos “métodos que permitem a medição e manipulação de sistemas quânticos individuais”.
 

Serge Haroche e David J. Wineland, de forma independente, inventaram e desenvolveram métodos inovadores que permitiram medir e manipular partículas individuais, preservando o seu estado quântico.

 

 

Prémio Nobel da Medicina


A real academia de Ciências da Suécia anunciou na manhã desta segunda-feira (8) que o prêmio Nobel Fisiologia ou Medicina de 2012 vai para o britânico John B. Gordon, de 79 anos, e o japonês Shinya Yamanaka, de 50 anos, pela descoberta de que células adultas podem ser reprogramadas e se tornarem pluripotentes, células-tronco capazes de se converter em qualquer outro tipo de célula do corpo.
 
Entre as aplicações da reprogramação de células está a criação de tecidos substitutos para o tratamento de doenças como o Parkinson, para o estudo da origem das doenças em laboratório, sem necessitar usar células-tronco embrionárias.
"As descobertas de Gordon e Yamanaka mostraram que células especializadas podem voltar ao tempo no desenvolvimento em determinadas circunstâncias", disse o comitê do Nobel do Instituto Karolinska, da Suécia, em comunicado ao anunciar os vencedores do prêmio de 8 milhões de coroas (1,2 milhão de dólares). "Estas descobertas também forneceram novas ferramentas para os cientistas de todo o mundo e levaram a um progresso notável em muitas áreas da medicina."

 

Prémio Nobel da Paz 2012


O Prémio Nobel da Paz de 2012 foi para a União Europeia, confirmou o comité Nobel depois de a notícia já ter sido avançada pela TV norueguesa NRK. "Foi atribuído por mais de seis décadas de contributo para o desenvolvimento da paz e reconciliação, da democracia e dos direitos humanos na Europa", diz esta manhã o site oficial do Nobel.

Prémio Nobel da Química 2012


 

O prêmio Nobel de Química 2012 foi para os americanos Robert Lefkowitz, da Universidade de Duke (EUA), e para Brian Kobilka, da Universidade de Stanford (EUA), que mapearam uma importante família de receptores que permitem que as células do corpo percebam e respondam a sinais externos. Os estudos dos dois pesquisadores tiveram como aplicação o desenvolvimento de medicamentos melhores, com menos efeitos colaterais.

Descobrir melhores formas de alcançar os receptores é uma área de extrema importância para as indústrias farmacêutica e de biotecnologia. Atualmente mais da metade dos medicamentos, como antiarrítmicos, antihistamínico e remédios psiquiátricos, agem nestes receptores.

Pémio Nobel da Literatura - Mo Yan


Um dos mais celebrados escritores no seu país, embora não isento de polémica, Mo Yan faz habitar a sua obra de um humanismo compassivo, habitualmente centrado na ruralidade da localidade em que nasceu a 5 de Março de 1955, Gaomi, na província de Shandong. O escritor, que lançou o seu primeiro romance, Falling Rain on a Spring Night, em 1981, mereceu a mais nobre distinção do mundo da literatura por ser, segundo comunicado pelo comité do Nobel, um autor "cujo realismo alucinatório funde contos tradicionais, História e contemporaneidade". A sua escrita, como é aliás reconhecido pelo próprio, é grandemente influenciada por William Faulkner, Gabriel Garcia Marquez.
A adaptação ao cinema de Milho Vermelho, em 1987, por Zhang Yimou e com a estrela Gong Li, filme determinante da chamada "Quinta Geração" que marcou uma nova era no cinema chinês, cimentou o seu estatuto na China e chamou a atenção do mundo. Traduções dos seus livros no Japão, França, Itália, Estados Unidos e Inglaterra cimentaram o seu estatuto internacional.
             Em Portugal, Mo Yan tem apenas um livro traduzido, Peito Grande, Ancas Largas, editado em 2007 pela Ulisseia. Publicada originalmente em 1995, a obra causou grande controvérsia na China devido ao teor sexual da história. Mo Yan foi obrigado a escrever uma autocrítica ao seu próprio livro, e, mais tarde, a retirá-lo de circulação. Esse episódio, aliado, por exemplo, à participação na cópia manuscrita de um discurso de Mao Zedong, em que este definia os parâmetros a seguir na arte e literatura chinesas, levou-o a ser considerado pelos opositores ao regime chinês como um autor alinhado, não independente.
           O pseudónimo Mo Yan, escolhido pelo homem nascido Guo Moye, significa em chinês "não fales".   Dessa  forma, ele que se diz sempre franco no seu discurso, lembrar-se-á constantemente de que não deve falar demasiado.
           Em 2009, numa conferência na Feira do Livro de Frankfurt, respondeu às acusações de falta de independência perante o poder. "Um escritor deve exprimir crítica e indignação perante o lado negro da sociedade e a fealdade da natureza humana, mas não devemos recorrer a formas de expressão uniformes. Alguns poderão querer gritar nas ruas, mas devemos tolerar aqueles que se escondem nos seus quartos e usam a literatura para transmitir as suas opiniões".
           Mo Yan abandonou os estudos muito jovem devido à turbulência causada pela Revolução Cultural e trabalhou numa quinta antes de, em 1973, se empregar como operário fabril. Alistou-se no Exército de Libertação do Povo Chinês (ELPC) três anos depois, iniciou-se na publicação em 1981 e, mais tarde, entre 1984 e 1986, estudou literatura na Academia das Artes do ELPC. Vencedor o ano passado do mais importante prémio literário chinês, o Mao Dun, Mo Yan é também vice-presidente da Associação de Escritores da China.


Outubro - Mês Internacional da Biblioteca Escolar



                                       Este é o nosso cartaz alusivo a esta efeméride.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Biblioteca de Biberach


Conhecendo um pouco de uma Biblioteca modelo

                Integrada num edifício do ano de 1515, a biblioteca pública da pequena cidade de Biberach é uma campeã de prémios e tornou-se um modelo em toda a Alemanha pela excelência dos seus serviços.
                Recebeu o prestigioso prémio "Biblioteca do Ano" em 2009 e há 8 anos, a biblioteca está continuamente em primeiro lugar no ranking de bibliotecas da Alemanha.
                O que faz uma biblioteca ser tão bem sucedida? Qualidade e inovação, tecnologia de ponta, marketing, sustentabilidade e parcerias internacionais são alguns dos fatores que Frank Raumel, diretor da Biblioteca, usa para explicar a forma como se alcança o reconhecimento geral.

terça-feira, 9 de outubro de 2012


Resumo do conto “A Aia”
A aia é a história da ama de leite de um príncipe, exemplo máximo de valores como a lealdade e a fidelidade.
O conto começa com o rei derrotado e morto após uma batalha. A rainha desolada tentou fazer de tudo para proteger o seu filho, herdeiro do reino. Contudo, o tio da criança, o irmão bastardo do rei, um homem tenebroso e sombrio, estava ansioso por se sentar no trono, e disposto a tudo para consegui-lo.
Uma noite, depois de embalar o príncipe, a aia deitou-se e adormeceu. Mas rapidamente acordou com o barulho dos passos do bastardo, que vinha para matar o príncipe. O seu filho, dormia num berço de verga ao lado do príncipe. Num movimento rápido, ela trocou os bebés salvando o seu futuro rei à custa da vida do seu filho.
A rainha apercebendo-se do que a aia tinha feito agradeceu-lhe, prometendo dar-lhe todas as riquezas. A aia escolheu um punhal e, dizendo que salvara o seu príncipe e que, naquele momento, ia dar de mamar ao seu filho, cravou o punhal no coração
" Esta história, tocante e realista, retrata a vida de Joana, uma adolescente que perdeu a melhor amiga (Marta) por overdose. Sentindo a sua falta, Joana começa a escrever-lhe cartas a contar-lhe o seu dia-a-dia, usando-as como uma espécie de diário, que lhe dá uma sensação de proximidade de Marta, que conhecia desde criança e com quem sempre teve segredos e cumplicidade. Joana, numa espécie de tentativa de mudar, pinta o quarto de branco, pendurando um baloiço em forma de lua, à qual muda a posição conforme o seu humor. Sentindo-se incompreendida pela família( a mãe que passa horas na loja onde trabalha, o irmão difícil, o pai ausente)e pelos colegas, comete alguns erros e algumas mudanças, acabando por se apaixonar  pelo irmão da defunta  amiga e envolvendo-se com ele.
No livro, aparecem as cartas, do retrato da vida desta adolescente só, que conforme vai entrando em decadência, vai alterando o branco do quarto, tornando-se mais colorido (mas não de uma forma boa).
Termina com o pai  dela, a acabar de ler aqueles "relatos", sentindo-se impotente por não ter estado lá para ela, por não ter percebido nada...e por não ter conseguido evitar que, tal como Marta, Joana morresse por overdose. "

domingo, 7 de outubro de 2012

7 de outubro - Dia Nacional dos Castelos













Visita a exposição!

Chegamos mais uma vez ao mês de outubro. E com ele, vem o mês da celebração internacional da Biblioteca Escolar promovido pela IASL (International Association of School Library). Esse ano, a entidade está a promover o seguinte tema: Biblioteca Escolar: uma chave para o passado, presente e futuro.

                                           ATIVIDADES DE ESCRITA CRIATIVA  Em parceria com as docentes de português, a equipa da Bibli...