quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Literatura portuguesa chega à Biblioteca de Xangai.


 
 Uma das maiores bibliotecas do mundo, a Biblioteca de Xangai, na China, recebeu recentemente cerca de 50 publicações portuguesas, entre as quais se destacam "Os Lusíadas", de Luís de Camões, "A Viagem do Elefante", de José Saramago, e "O Esplendor de Portugal", da autoria de António Lobo Antunes.

 A informação foi adiantada à agência Lusa por uma fonte diplomática e a oferta, que inclui livros, CD, DVD e dicionários, é da responsabilidade do Instituto Camões, que a efetuou através do Consulado-geral de Portugal.

 Além do poema épico de Camões e das obras de Saramago e Lobo Antunes, o lote comporta também romances de Eça de Queiroz, traduzidos em inglês, uma antologia de poesia e várias obras de consulta sobre as artes plásticas, a música e a História de Portugal. Em declarações àquela agência noticiosa, Filipa Teles, professora na Universidade de Estudos Internacionais de Xangai, realçou a ausência de Portugal e da língua portuguesa do espaço internacional da biblioteca chinesa: "Pelo que me disseram, a única bibliografia em português existente limitava-se a uma dezena de títulos, oferecidos por pessoas de Macau", explicou a especialista. De salientar que a entrada destes nomes incontornáveis da literatura portuguesa na Biblioteca de Xangai coincide com o rápido crescimento do ensino português no continente chinês. Só nos últimos cinco anos, os cursos de português naquele país quintuplicaram, abrangendo, atualmente, cerca de mil estudantes, em mais de 15 cidades.

A Biblioteca de Xangai foi inaugurada em 1996 numa das mais conhecidas artérias da cidade e disponibiliza ao público cerca de 51 milhões de peças, entre os quais quase dois milhões de livros antigos.

Nova Iorque: ciclo de homenagem a José Saramago


 


 Num ano em que se comemoraram os 90 anos de José Saramago, a 2ª edição da Saramago's Week in NY (Semana José Saramago em Nova Iorque)  contou com a presença da viúva do escritor, Pilar del Río.

Em declarações à Lusa, Ana Miranda, diretora e fundadora do Arte Institute, organização que promoveu este evento, explicou este ciclo como tendo sido  uma semana eclética e multidisciplinar, com ações em diferentes áreas: literatura, dramaturgia, cinema, música e fotografia.

Para iniciar a montra dedicada ao escritor português, foi  exibido o filme José & Pilar, do realizador Miguel Gonçalves Mendes bem como o visionamento de filmes  com uma triagem de curtas-metragens portuguesas e espanholas.

Nos restantes dias, a programação continuou com inúmeras atividades entre as quais, uma conferência com a presença da mulher do autor e Jorge Vaz de Carvalho, professor da Universidade de Lisboa,  uma sessão de leitura de textos de Saramago, com os mesmos intervenientes e atrizes portuguesas convidadas.

Para além disso houve uma exposição fotográfica, intitulada José Saramago in Lanzarote, de João Francisco Vilhena, acompanhada por um concerto de jazz.

A 2ª edição da Semana de José Saramago em Nova Iorque é uma ação promovida pelo Arte Institute, instituição que divulga a arte contemporânea portuguesa a nível mundial, e a Fundação José Saramago.

 

 

 

 

 

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Numa mensagem, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-Moon, ressalta que "os direitos humanos pertencem a cada um de nós sem exceção, mas se não os conhecemos, se não pretendemos que sejam respeitados e não defendemos o nosso direito e os dos outros, permanecerão somente palavras vazias num documento escrito décadas atrás".

Tendo em vista os novos desafios que poderemos vir a enfrentar, sigamos o exemplo dos ativistas de direitos humanos, deixemo-nos guiar pelo caráter forte e sempre atual da Declaração Universal e façamos todo o possível para que sejam acolhidos e reconhecidos os ideais e aspirações em favor de cada cultura e de cada pessoa.

Feliz Natal

A Equipa da Biblioteca Escolar de Vila Nova de Tazem deseja a todos os elementos da Comunidade educativa um Feliz Natal.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Tio Patinhas faz 65 anos!!!!




       Patinhas McPato ou Patinhas Mac Patinhas, conhecido como Tio Patinhas é uma personagem de ficção, criado pelo cartoonista Carl Barks. A sua primeira aparição em quadrinhos deu - se em dezembro de 1947.
      Ao longo das décadas, Patinhas foi promovido de coadjuvante nas histórias do universo de Patópolis a protagonista das suas próprias aventuras, com direito a participação em vários filmes e videogames. A série de animação de 1987 DuckTales acompanha as aventuras de Patinhas, seus sobrinhos Huguinho, Zezinho e Luisinho , pois Donald entra para a marinha no primeiro episodio deste desenho animado.
      O nome original de Patinhas, Scrooge McDuck, baseia-se no avarento Ebenezer Scrooge, personagem principal do Conto de Natal de Charles Dickens. Tal como muitos outros habitantes de Patópolis, Patinhas tornou - se popular no mundo inteiro, principalmente na Europa, e tem sido traduzido para inúmeros línguas.

sábado, 1 de dezembro de 2012

O Principezinho

1 de dezembro de 1640

Hoje é feriado.
Comemora-se em Portugal o dia da Restauração da Independência.
Foi a 1 de Dezembro de 1640, que um grupo clandestino de nacionalistas – “Os Conjurados” – composto por cerca de 40 homens, na sua grande maioria Nobres, comandados por João Pinto Ribeiro, levou a cabo a revolta que pôs fim a sessenta anos de domínio da Coroa Portuguesa pela Coroa Espanhola.

                                           ATIVIDADES DE ESCRITA CRIATIVA  Em parceria com as docentes de português, a equipa da Bibli...